Investigações sobre o caso Marielle chegam ao nome de Jair Bolsonaro

458

O nome do atual presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, chegou até às investigações sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco.

Segundo o Jornal Nacional, da Rede Globo de televisão, o porteiro do condomínio luxuoso onde Jair Bolsonaro mora afirmou, em depoimento, que os acusados pelo crime procuraram pelo até então deputado, em sua residência exatamente no mesmo dia em que o caso de Marielle aconteceu.

- Anúncios -

O ex PM, Elcio Queiroz, solicitou a entrada no condomínio em questão, e foi autorizado a entrar. Quem atendeu ao interfone, se identificou como “Seu Jair”. O que deixou as coisas ainda mais confusas, pois, nesse dia, consta como se o até então deputado estivesse presente na Câmara.

Está gostando do texto? Clique no botão abaixo (“Continuar lendo”) para ver o resto do conteúdo!